Arroz Faz Bem vai a Itaqui – RS

Arroz Faz Bem vai a Itaqui – RS

15/03/2020 0 Por Equipe AAA

Programa é apresentado aos produtores, lideranças empresais e do agro em Itaqui por iniciativa da Associação dos Arrozeiros de Itaqui e Maçambará.

Cumprindo mais uma agenda estratégica dentro do Programa “Arroz Faz Bem” – que visa a valorização do produto na mesa do público consumidor e de novos produtos através de seus derivados, como cervejaria, farinha de arroz, fermento e pães, produtos de beleza, a presidente da Associação dos Arrozeiros de Alegrete, produtora Fátima Marchezan, juntamente com o diretor da SEAC Agro Consultoria, Vitorino Dornelles e da nutricionista Clarisse Viero, participaram de grande encontro com produtores, dirigentes empresariais do comércio, indústria, bens e serviços, dirigentes universitários e convidados de encontro promovido pela diretoria da Associação dos Arrozeiros de Itaqui/ Macambará e do Sindicato Rural, quando foi apresentado o projeto nesta busca de parcerias e esforços de aumentar consumo interno e mostrar a importância do arroz na alimentação diária, além dos benefícios e importância na mesa de todos os consumidores.

O Programa “Arroz Faz Bem”, apresentado pelo consultor empresarial Vitorino Dornelles prendeu atenção do grande público participantes, inclusive com somatório de novas iniciativas em parceria com Campus da Unipampa Itaqui, representada pela diretora, Carla Fsehn – que acrescentou grupo de estudos junto aos Campus nas áreas de genética, irrigação, desenvolvimentos de novos produtos à base do arroz.
A diretores da CAMIL Alimentos naquele município, Carlos Scariot e André Aziglia – diretor em São Paulo, presentes ao evento destacaram a importante iniciativa da Associação de Alegrete e comprometeram-se somarem esforços.


Todas as potencialidades do arroz, importância do arroz produzido no RS, especialmente, na Fronteira Oeste precisa ganhar espaço no contexto nacional e nas exportações, pro ser o melhor produto produzido aqui para o mundo, disse dirigente da CAMIL que, recentemente, retornou de rodada de negócios no México quando foram efetivados vários encaminhamentos comerciais do produto. Até pouco tempo, não tínhamos nem protocolos internacionais para nossos produtos, agora, é fundamental abrir estes “Protocolos” e mostrar nosso potencial para o mundo. Com isso, poderá até faltar produto para mercado interno acrescentou o diretor da Camil Alimentos.


Os arrozeiros são os maiores guardiões dos recursos naturais, sendo que a água utilizada nas lavouras retornam aos mananciais cristalina, além das melhores terras que produzimos, por isso, temos o arroz com mais qualidade e superior aos outros países. A natureza é prodiga em nossa região Fronteira Oeste e metade Sul do RS, disse Fátima Marchezan – que ressaltou importância de esforços de todos: produtores, indústria, o varejo nesta caminhada. Somos um embrião ainda, mas, estamos avançando muito neste sentido, disse a dirigente de Alegrete.

O evento aconteceu na noite de 11 de março de 2020, junto a sede social dos funcionários da CAMIL em Itaqui, reunindo mais de 200 pessoas, sob a coordenação do produtor Fernando Mello Silveira presidente da Associação dos Arrozeiros de Itaqui/ Maçambará.

Ao final do encontro, a dirigente dos Arrozeiros de Alegrete, fez entrega de cinco volumes do Livro “ Cenário do Arroz” – 110 Anos da Lavoura Arrozeira, de autoria do jornalista Nilson Gomes, aos dirigentes da Camil Alimentos e a Diretora do Campus Itaqui, Professa Carla FSehn.

Após os alegretenses foram agraciados com Vinho “Campos de Cima”, produzido em Itaqui, entregue pelo dirigente de Itaqui, Fernando Silveira.

Fonte : Jornal Expresso Minuano