Uma novela chamada Cadastro Ambiental Rural

26/02/2016 Off Por Luciane Veiga

Fica cada vez mais evidente a dificuldade que produtores terão para cumprir exigência até 5 de maio

Como em uma narrativa de enredo previsível, o Cadastro Ambiental Rural (CAR) tem no capítulo atual um momento de tensão, ainda que com uma sensação de déjà vu. Com o prazo final, 5 de maio, se aproximando, fica cada vez mais evidente a dificuldade, senão a impossibilidade, que produtores, em especial os do Rio Grande do Sul, terão para cumprir com a exigência do novo Código Florestal brasileiro. Sobre o desfecho, mantém-se ainda o suspense, mas entre os espectadores, a torcida já é para que haja nova prorrogação. No ano passado, a medida foi utilizada porque estava prevista em lei. Agora, não. E não há nenhuma sinalização formal do governo federal nesse sentido.

A Federação da Agricultura do Estado (Farsul) está fazendo uma avaliação da situação e, entre hoje e amanhã, deve apresentar sugestões aos produtores.

– A gente acredita que não vai dar tempo, que seria necessário conceder uma prorrogação, apesar do ritmo avançado – observa Eduardo Condorelli, assessor da Farsul.

http://zh.clicrbs.com.br/rs/opiniao/colunistas/gisele-loeblein/noticia/2016/02/uma-novela-chamada-cadastro-ambiental-rural-4983139.html