Notícias da Associação

Podcast
Minuto da Prosa

Cotação

Cotação do arroz

Previsão do tempo

Clima em alegrete

O que esperar da safra americana de arroz

O que esperar da safra americana de arroz

por Guilherme Vestena Cassol * ( Engº Agrº MSc. em Fitossanidade)

Nas últimas semanas, os produtores americanos de arroz têm intensificado os trabalhos de colheita das suas lavouras. Apesar das adversidades climáticas que ocorreram durante as fases de semeadura e estabelecimento da cultura em algumas regiões, a produtividade média das lavouras colhidas até o momento situa-se na faixa de 8.200 quilos por hectare, a qual representa redução de 0,6% em relação à média nacional obtida na safra anterior. De acordo com o último levantamento realizado pelo Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), a produção estimada para a safra de 2014 é de 8,22 milhões de toneladas (rough basis) em uma área cultivada de 1.111.500 hectares.

Em contrapartida, o volume esperado é considerado o menor desde 1996/97 e também 9% inferior quando comparado à safra de 2013. Essa redução fundamenta-se basicamente no decréscimo de 8,5% na área cultivada com arroz em relação ao ano anterior. Entre os motivos destacam-se os preços atualmente praticados na comercialização do cereal, culturas alternativas que oferecem maior rentabilidade, como o milho e a soja, as quais são utilizadas em rotação com o arroz irrigado, além de problemas relacionados à disponibilidade de água enfrentada em algumas regiões do Delta do Mississippi e do Texas.

Exportações e cotações no mercado interno

Embora a produção americana represente menos de 2% da produção mundial de arroz, o país destaca-se como um dos principais exportadores no cenário internacional. Aproximadamente, 40% do arroz produzido em território americano é destinado ao mercado de exportações. Segundo o USDA, há uma ligeira tendência na redução das exportações para o calendário 2013/14 em virtude dos menores estoques de passagem americanos e os baixos preços internacionais praticados na comercialização do arroz long grain. Provavelmente, o país deverá ceder espaços em mercados do Oriente Médio e da África subsaariana para outros fornecedores asiáticos. Por outro lado, a América Latina deverá continuar sendo o principal destino das exportações americanas.

No mercado interno americano, as cotações mantém tendência de estabilidade. Entretanto, uma pequena redução nas mesmas tem sido projetada pelo USDA devido ao aumento na oferta de outros países fornecedores e consequentemente, queda nos preços internacionais. Ainda, conforme o USDA, os preços médios para o arroz long grain em nível nacional oscilam entre $14,00 a 15,00 (dólares americanos) por cwt (aprox. 45 kg).

 

Sancionada Lei de autoria do Delegado Zucco que permi...
Aprovado projeto do Delegado Zucco para construção de...
Henrique Dornelles é confirmado Presidente da Câmara ...
© 2024 - Associação dos Arrozeiros de Alegrete - Todos os direitos Reservados