Arroz (Produção)

Podcast
Minuto da Prosa

Cotação

Cotação do arroz

Previsão do tempo

Clima em alegrete

Mudanças estruturais na cadeia produtiva do arroz

O quadro começou a melhorar para os produtores gaúchos no segundo semestre de 2011, quando as cotações médias do saco de 50 quilos de arroz em casca deixaram para trás o piso de R$ 19,00 (valor nominal) registrado no segundo trimestre daquele ano, após uma trajetória de baixa iniciada em 2009

Uma transformação estrutural está mudando para melhor a situação do segmento arrozeiro no Rio Grande do Sul, responsável por dois terços da produção brasileira do grão. Fatores como o aumento das exportações e uma distribuição mais equilibrada da oferta da matéria-prima ao longo do ano vêm garantindo boa rentabilidade aos agricultores, enquanto a indústria também trabalha sobre patamares mais firmes de preços, se profissionaliza e contribui para a estabilidade do mercado.

O quadro começou a melhorar para os produtores gaúchos no segundo semestre de 2011, quando as cotações médias do saco de 50 quilos de arroz em casca deixaram para trás o piso de R$ 19,00 (valor nominal) registrado no segundo trimestre daquele ano, após uma trajetória de baixa iniciada em 2009. Em agosto de 2012 os preços romperam a faixa dos R$ 30,00 por saco de 50 Kg, superaram os custos totais de produção (incluindo fixos e variáveis) e chegaram, no fim de abril, a R$ 35,92 por saco de 50 Kg, uma alta de 5,7% no mês.

Segundo o Instituto Rio-Grandense do Arroz (Irga), apesar do avanço de 6,6% estimado pela Companhia Nacional do Abastecimento (Conab) para a colheita nacional na safra 2013/2014, para 12,6 milhões de toneladas, as cotações se sustentam porque não há excesso de oferta. Em 2012, a média anual dos preços apurados pelo Cepea/Esalq alcançou R$ 31,44 por saco de 50 Kg, contra R$ 22,35 por saco de 50 Kg em 2011.

Já os custos de produção para a formação das safras em questão (2010/2011 e 2011/2012) aumentaram de R$ 28,55 por saco de 50 Kg para R$ 29,19 por saco de 50 Kg. Em 2013, segundo o Irga, a cotação média foi de R$ 33,88 por saco de 50 Kg, contra custo de R$ 31,40 por saco de 50 Kg, e no primeiro quadrimestre deste ano o preço médio atingiu R$ 35,28 por saco de 50 Kg, 8,7% acima do custo (R$ 32,45 por saco de 50 Kg).

http://www.planetaarroz.com.br/site/noticias_detalhe.php?idNoticia=12753

Pauta climática e desafios para a Metade Sul na Seman...
Molion está confirmado na Abertura da Semana Arrozeir...
Associação dos Arrozeiros e Sindicato Rural repudiam ...
© 2024 - Associação dos Arrozeiros de Alegrete - Todos os direitos Reservados